Quais são os interferêntes para Alcalinidade Total, Método colorimétrico, TNTplus 870, Método 10239?

ID Artigo

ID Artigo HE222

Data da Publicação

Data da Publicação 10/08/2020
Imprimir
Pergunta ou Título
Quais são os interferêntes para Alcalinidade Total, Método colorimétrico, TNTplus 870, Método 10239?
Resposta
Amostras com capacidade ácida acima de 8 mmol/L devem ser diluídas com água deionizada (DI) que não contenha dióxido de carbono (CO2). Pode-se remover o CO2 da água fervendo. A ausência de CO2 na água utilizada para a diluição pode ser verificada através da realização de uma medição em branco.
Se as amostras tiverem alta capacidade de buffer, dilua com água deionizada. O CO2 na água deionizada irá interferir na diluição de amostras ou padrões para este teste colorimétrico. A água livre de CO2 não é tão crítica na titulação quanto no procedimento colorimétrico. O teste colorimétrico é mais sensível a pequenas alterações na concentração de CO2 devido à detecção colorimétrica e ao pequeno volume de amostra utilizado.
Outra coisa a notar: os reagentes nos frascos de TNT + estão secos, por isso é importante inverter várias vezes para dissolver o pó.