Nota de aplicação: Medida da interação proteína-proteína p53 e MDM2 aplicando a tecnologia de NanoBRET

ID Artigo

ID Artigo HE146

Data da Publicação

Data da Publicação 07/23/2020
Imprimir
Pergunta ou Título
Nota de aplicação: Medida da interação proteína-proteína p53 e MDM2 aplicando a tecnologia de NanoBRET
Resposta
BRET (transferência de energia de ressonância por bioluminescência) é uma técnica para medir as interações proteína-proteína ou proteína-ligante que envolve a interação de um doador bioluminescente e um aceptor fluorescente. Quando o doador e o aceptor estão mais próximos do que 10 nm um do outro, o doador excita o aceptor, que então emite fluorescência. Marcando uma proteína de interesse com o doador e seu par de ligação com o aceptor, pode-se medir as interações das proteínas utilizando uma leitora de microplacas para detectar a luz emitida pelo doador e pelo aceptor.
A tecnologia NanoBRET™ (Promega) aprimorou as gerações anteriores de ensaios BRET, incluindo BRET1 e BRET2, incorporando um doador de luminescência mais brilhante (NanoLuc luciferase), um acceptor de energia otimizado (HaloTag®-NCT) e uma maior separação entre os comprimentos de onda do doador e do aceptor. Essas melhorias oferecem maior sinal, melhor sensibilidade e menor background, permitindo a detecção de interações proteicas no contexto das células vivas.
A detecção de sinais NanoBRET e a análise dos dados resultantes requerem instrumentação sensível e software avançado. A leitora de microplacas multi-mode SpectraMax® iD5 com software SoftMax® Pro (Molecular Devices) permite que os pesquisadores adquiram dados do NanoBRET usando um conjunto de filtros otimizado e apliquem análises, incluindo o ajuste de curva nos resultados. Na nota de aplicação é descrita a validação da SpectraMax® iD5 com o par controle NanoBRET™ PPI (Promega), composto pelo par de proteínas p53 e MDM2. A p53 é uma proteína supressora de tumor e MDM2 é um importante regulador negativo de p53.  Utilizando Nutlin-3, um análogo cis-imidazoline, conhecido como um composto terapêutico ativador da via p53, a interação p53-MDM2 foi interrompida de maneira dependente da concentração de nutlin-3, e os resultados foram analisados e representados graficamente usando o SoftMax Pro Software.

Acesse a nota de aplicação, clicando no link:
https://www.moleculardevices.com/sites/default/files/en/assets/app-note/br/measure-p53-mdm2-protein-interaction-with-nanobret-technology.pdf