Qual é a diferença entre fósforo reativo, fósforo hidrolisável por ácido e fósforo total?

ID Artigo

ID Artigo HA30

Data da Publicação

Data da Publicação 01/16/2020
Imprimir
Pergunta ou Título
Qual é a diferença entre fósforo reativo, fósforo hidrolisável por ácido e fósforo total?
Resposta
O fósforo existe na água quase exclusivamente como fosfatos que podem ser dissolvidos, presos a partículas ou encontrados em organismos aquáticos. Os níveis de fósforo nas águas naturais, como lagos e córregos, são tipicamente muito baixos. Níveis elevados de fósforo podem indicar contaminação de águas residuais brutas ou tratadas, drenagem agrícola ou resíduos industriais. Algumas plantas de água potável também adicionam pequenas quantidades de ortofosfato ou fosfatos condensados durante o tratamento. O ortofosfato é a forma mais simples de fósforo para medir, mas o fósforo total é considerado o melhor indicador dos níveis de fósforo na água, porque mede todas as formas.
 
Os fosfatos podem existir na forma mais simples como ortofosfato (PO43-) ou em moléculas maiores como fosfatos condensados, fosfatos inorgânicos ou fosfatos orgânicos.
 
O ortofosfato é geralmente chamado de fósforo "reativo" porque é o único tipo de fósforo que reagirá diretamente com os reagentes colorimétricos de fosfato. O ortofosfato é usado por plantas, bactérias e algas e é considerado um nutriente limitante nos testes de água.
 
Os fosfatos condensados (também chamados meta, piro ou polifosfatos) são dois ou mais grupos ortofosfatos que estão ligados entre si. Eles são fortes agentes complexantes e são amplamente utilizados em sistemas de tratamento de água de caldeira e também são encontrados em muitos detergentes. Para medir os fosfatos condensados, a amostra deve ser analisada quanto ao fósforo hidrolisável ácido e também ao ortofosfato: 

fosfatos condensados = fósforo hidrolisável ácido - ortofosfato

Os fosfatos orgânicos contêm um ou mais grupos de ortofosfato que estão ligados a uma molécula orgânica, como o açúcar. Eles são formados principalmente por processos biológicos e podem ser encontrados em matéria orgânica, como tecido vegetal ou animal, em esgoto de resíduos de origem animal ou humana e resíduos de alimentos, além de pesticidas. Para medir os fosfatos orgânicos, a amostra deve ser analisada quanto ao fósforo total e também ao fósforo hidrolisável por ácido:

fosfatos orgânicos = fósforo total - fósforo hidrolisável por ácido
 
Tanto os fosfatos condensados quanto os fosfatos orgânicos não são tão estáveis quanto o ortofosfato e, naturalmente, se decompõem em ortofosfatos ao longo do tempo. Portanto, um teste de ortofosfato provavelmente medirá uma pequena quantidade de fosfatos condensados e um teste ácido-hidrolisável medirá uma pequena quantidade de fosfatos orgânicos.
 
A relação entre as formas de fósforo está resumida abaixo:

Ortofosfato (o-PO₄³¯ ) = Fósforo reativo
Determinado utilizando os métodos Hach 8048, 8178 ou 8114
 
Fósforo total (TP) = TIP (fósforo hidrolisável por ácido) + PO₄³¯ orgânico
= o-PO₄³¯ + Poli PO₄³¯ (fosfato condensado) + PO₄³¯ Orgânico
Determinado utilizando Método Hach 8190 ou Método TNT 8190
 
Kits de reagentes TNT+ TNT843, TNT844 e TNT845 podem ser utilizados com o método 10209 para ortofosfato ou o método 10210 para fósforo total.
 
Fósforo inorgânico total (TIP/Acid Hydrolyzable) = o-PO₄³¯ + Poli PO₄³¯ (fosfatos condensados)
Pode ser determinado utilizando o Método Hach TNT 8180
 
PO₄³¯ Orgânico = TP-TIP
Determinado apenas através de cálculos
 
Fosfatos condensados (Poli PO₄³¯) = Fósforo hidrolisável ácido - ortofosfato
Determinado apenas através de cálculos