Qual é a diferença entre um colorímetro e um espectrofotômetro?

ID Artigo

ID Artigo HA7

Data da Publicação

Data da Publicação 01/02/2020
Imprimir
Pergunta ou Título
Qual é a diferença entre um colorímetro e um espectrofotômetro?
Resposta
Os colorímetros (também chamados de fotômetros de filtro) e os espectrofotômetros medem a absorbância da amostra para determinar as concentrações de um analito.

Os colorímetros geralmente são portáteis e usam fontes de luz LED e filtros de cores. Como resultado, eles operam em comprimentos de onda fixos e só podem acomodar testes que incorporam esses comprimentos de onda.

Os espectrofotômetros geralmente são instrumentos de bancada e usam fontes de luz que podem produzir uma variedade de comprimentos de onda. Os espectrofotômetros usados pela Hach usam lâmpadas de tungstênio (ou xenônio, no caso do espectrofotômetro portátil) para produzir luz no espectro visível e lâmpadas de deutério para produzir luz no espectro ultravioleta (UV). Os espectrofotômetros também usam monocromadores para selecionar o comprimento de onda desejado. Como resultado, os espectrofotômetros podem ser usados para uma ampla gama de testes.

A tabela a seguir destaca as diferenças entre colorímetros e espectrofotômetros:
 

 

COLORÍMETRO 

ESPECTROFOTÔMETRO 

Fonte de Luz 

LED, comprimento de onda fixo 

Lâmpada (Tungstênio, Xenônio ou Deutério), comprimento de onda variável 

Seletor de comprimento de onda 

Fltro de cor, comprimento de onda fixo 

Monocromador, comprimento de onda variável 

Portabilidade 

Peças fixas, peso leve, bom para uso em campo 

Peças móveis, mais pesadas, adequadas para uso em bancada. 

 

O DR 1900 pode ser usado em campo. É mais leve e funciona com bateria, mas ainda possui algumas partes móveis. 

Parâmetros 

Parâmetro único ou número limitado de parâmetros determinados por comprimentos de onda fixos 

Vários parâmetros determinados pela faixa de comprimento de onda.